História

por João Rodrigo Moreira última modificação 02/05/2016 14h45
Textos sobre a história da Casa Legislativa, desde sua criação, bem como, fotos, vídeos, áudios, entre outras.

A sede da Câmara de Pindamonhangaba

 

O prédio que sediou por muito tempo a Câmara foi inaugurado no ano de 1864, situado no antigo Largo São José. Sediou a Câmara Municipal no piso superior e Cadeia Pública no térreo até 1913. Serviu como instalação provisória  da Faculdade de Farmácia e Odontologia até a transferência da escola para o Palacete Visconde da Palmeira. Logo depois o prédio foi doado à Congregação das Irmãs Franciscanas, que instalaram ali o Externato São José. Em 1976 foi vendido a particular e posteriormente tombado como patrimônio pelo CONDEPHAAT em 1981. A partir de 1984 foi alugado para novamente ser instalada a Câmara de Vereadores, recebendo oficialmente o nome de Palacete Tiradentes. Em 2008 foi transferida para sua sede própria, localizado no loteamento Real Ville e denominado Palácio Legislativo Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin.

 

Símbolos

 

Bandeira de Pindamonhangaba

Foi idealizada por uma comissão presidida pelo professor Mário de Assis César e pelos professores Davi de Moura e José Wadie Milad. A descrição na terminologia heráldica é a seguinte: em campo de faixa com três peças, a superior de sinople é separada da inferior, de gales, pela terceira, de prata que se acha interrompida no coração por um círculo de balu, tendo este, no centro a silhueta do Cruzeiro do Sul, com cinco estrelas do referido metal. Sobre o círculo na peça superior, um diadema de princesa em ouro.

Bandeira Pindamonhangaba

Brasão de Pindamonhangaba

Foi criado por Athayde Marcondes e desenhado pelo engenheiro João Pedro Cardoso. De uso do Legislativo e Executivo Municipal, desde o ano de 1922, a sua descrição, feito pelo autor, é a seguinte: "Escudo moderno e coroa mural. No escudo vê-se: a altaneira serra da Mantiqueira e a Margem esquerda do Rio Paraíba, regiões nas quais existem as lavouras do café e arroz, cujos ramos ornam o escudo, à direita e à esquerda, mostrando d'onde proveio a grandeza da cidade; no meio o caudaloso rio Paraíba que vem beijar a cidade venturosa, cujos filhos têm se notabilizado em todos os ramos de conhecimentos humanos (livro e esfera) para cobri-la de louros. (em baixo do escudo acha-se um laço de fita verde e amarelo (cores de nossa Bandeira) na qual se lê "Pró Pátria Semper" - para mostrar o patriotismo dos filhos de Pindamonhangaba."

Fonte: Lei Municipal nº 55, de 06/07/1950.

Brasão Pindamonhangaba

Hino Pindamonhangabense

 

Letra: Dr. João Marcondes de Moura Romeiro
Música: Maestro João Gomes de Araújo

Salve! ó terra querida!
Paraíso terral,
Onde tudo tem mais vida!
Salve! ó terra natal!

Nos corações dos teus filhos
Não se apagarão jamais,
Tradições que nos orgulham
Contadas por nossos pais.

Salve! ó terra querida! ... Refrão

Encantadora paragem,
Linda, formosa, sem par!
Das belas plagas brasílias
O mais formoso lugar.

Salve! ó terra querida! ... Refrão

Céu azul estrelado,
Vargens cobertas de flores;
Prados de eterna verdura;
Mil encantos, mil primores!

Salve! ó terra querida! ... Refrão

A beijar-te o Paraíba
Em curvaturas tamanhas!
Um sol que doira a existência,
Doira vales e montanhas!

Salve! ó terra querida! ... Refrão

Tesouro tão precioso
Das mãos de Deus recebido
Pelas mãos cruéis do tempo
Nunca será destruído.

Salve! ó terra querida! ... Refrão

Nas ricas terras paulistas,
Todos te invejam a sorte,
Por todo o mundo aclamada
Gentil <<Princesa do Norte>>.

Salve! ó terra querida! ... Refrão

 

Conteúdo relacionado
Hino de Pindamonhangaba
registrado em: , ,