Câmara de Pindamonhangaba presta homenagem a "Carlinhos Nóbrega" com denominação oficial do Deck da entrada principal da cidade

por Robson Luis Monteiro publicado 03/08/2021 14h45, última modificação 04/08/2021 15h04
Durante a sessão ordinária, Câmara também confirmou a aprovação de denominações de ruas do Loteamento Santa Clara, no Crispim
Câmara de Pindamonhangaba presta homenagem a "Carlinhos Nóbrega" com denominação oficial do Deck da entrada principal da cidade

Vereadores aprovaram denominações do deck de entrada da cidade e de ruas do Loteamento Santa Clara, no bairro do Crispim

Além da aprovação do Projeto de Decreto Legislativo com a criação do Dia Municipal do Advogado e da rejeição dos Vetos do Executivo que foram derrubados por votação unânime pelo plenário na 26ª Sessão Ordinária, a retomada dos trabalhos legislativos do segundo período anual de 2021 na segunda-feira, dia 02 de agosto também registrou a aprovação de 3 Projetos de Lei. A reunião plenária aconteceu no Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin”.

Deck na entrada de Pindamonhangaba

Na sessão ordinária deste dia 02 de agosto, um dos projetos aprovados - por unanimidade - foi o PL n° 154/2021, do vereador Felipe Guimarães Silva Figueiredo - Professor Felipe Guimarães (PODEMOS) e subscrito pelo vereador Renato Nogueira Guimarães – Renato Cebola (PV), que “Denomina de CARLOS EDUARDO REZENDE DE OLIVEIRA, o DECK localizado na entrada da Cidade de Pindamonhangaba, na Avenida Nossa Senhora do Bom Sucesso”. Carlos Eduardo era conhecido na cidade como "Carlinhos Nóbrega".

Biografia

Filho de Antônio Nóbrega de Oliveira e Maria Oscarina Rezende de Oliveira, Carlos Eduardo Rezende de Oliveira, o "Carlinhos Nóbrega" nasceu em Pindamonhangaba no dia 15 de julho de 1953. Teve seis irmãos: José Adeildo, Oscar Augusto, Antônio Júnior, Maria Auxiliadora, Maria Aline e Paulo Sérgio. Sua vida escolar foi construída nas escolas da cidade como o Externato São José e Instituto de Educação João Gomes de Araújo e no Colégio Comercial Dr. João Romeiro, onde formou-se técnico em contabilidade. Também concluiu o curso de Tecnólogo em Gestão Pública pelo Centro Universitário Internacional UNINTER. Sua vida profissional foi grande parte dedicada ao setor privado, passando por empresas tradicionais como a AISA, Aços Villares (Gerdau) e De Zorzi (Nobrecei). Atuou como técnico em contabilidade em escritório próprio e nos últimos anos de vida, atuou no serviço público como funcionário da Prefeitura de Pindamonhangaba. Em sua vida social, fez muitos amigos e procurou sempre ajudar aos mais necessitados.

Carlinhos Nóbrega casou-se com Ana Cecília da Silva Oliveira teve dois filhos: Fábio e André. Mais tarde vieram os netos Beatriz, Isabela, Sofia e Enzo. Torcedor do São Paulo Futebol Clube, Carlinhos participou da diretoria do Grêmio Esportivo e Recreativo Santa Luzia, além de ser atleta atuante em alguns times da cidade, como o São Paulo, Ferroviária e G.E.R. Santa Luzia. Até o último dia de sua vida, acreditou em Pindamonhangaba e na capacidade de evolução e desenvolvimento dessa cidade, dedicando-se a trabalhar no almoxarifado da saúde. Faleceu em 04 de abril de 2021.


Rua no Loteamento Santa Clara

Na sessão ordinária da segunda-feira, os vereadores aprovaram, ainda, o Projeto de Lei n° 149/2021, do vereador Renato Nogueira Guimarães – Renato Cebola (PV), que “Denomina de Rua FERNANDA MARIA BONDIOLI DE OLIVEIRA a Rua 05 do Loteamento Santa Clara, localizado no bairro do Crispim”.

Biografia

Fernanda Maria Bondioli de Oliveira nasceu em Pindamonhangaba em 15 de julho de 1961. Era filha de José Dimas Salgado de Oliveira e Elvira Bondioli de Oliveira e caçula de uma família de 5 irmãos: Tânia, Wilma, Alda e Francisco. Mulher de caráter e índole irreparável, Fernanda era mãe de Rafaela e avó de Helena, a quem dedicou sua vida com muito amor e zelo. Formada pela Universidade de Taubaté - Unitau em Serviço Social, iniciou sua carreira no município de Pindamonhangaba em 1990, na Prefeitura, onde atuou por 30 anos participando da implantação da política de assistência social no município. Fernanda era conhecida pela sua postura ética e comprometimento com seus princípios, tendo encerrado sua trajetória de conquistas no cargo de diretora na Secretaria de Assistência Social em agosto de 2020 com sua aposentadoria. Faleceu nesta cidade em 08 de março de 2021, por complicações decorrentes do Covid-19, deixando saudades e gratidão por sua existência.

Rua no Crispim

E fechando a Ordem do Dia, o plenário aprovou - por unanimidade - o Projeto de Lei n° 159/2021, do vereador Renato Nogueira Guimarães – Renato Cebola, que “Denomina de Doutora MARILI ESTELA PUPPIO a Rua 18 do Loteamento Santa Clara, localizado no bairro do Crispim”.


Biografia

Nascida em Pindamonhangaba, no dia 02 de maio de 1971, filha do empresário José Antônio Puppio e da professora Marisa Risoleta de Ávila Puppio, Marili Estela Puppio foi uma pessoa singular em todos os momentos de sua vida. Em sua adolescência representou por diversos anos o esporte de sua cidade natal sendo atleta da equipe de Handebol de Pindamonhangaba trazendo para a cidade uma representatividade enorme de sua essência de crescimento, profissionalismo e idoneidade. Aos 17 anos mudou-se para a cidade de Lins/SP, onde cursou a Faculdade de Odontologia de Lins, graduando-se aos 21 anos de idade como Cirurgiã Dentista, retornando então para sua cidade natal e atuando em seu consultório odontológico. Através de concurso público ingressou na Prefeitura Municipal como Cirurgiã Dentista, atendendo diversos bairros do município e atuando sempre nos atendimentos, em especial, à população carente de saúde bucal. Na sua busca por justiça e perfeição, ingressou no curso de Direito da UNITAU em 2003 vindo a formar-se em 2007, atuando paralelamente como Dentista pelas manhãs e posteriormente como advogada às tardes, profissão que também buscou enorme especialização. Representava a Comissão de Prerrogativas da OAB/SP deste município. Em 2009, casou-se com Dennis Augusto Malagutti Silva e fruto deste relacionamento, nasceu Tom Malagutti Puppio, filho único. Marili lutou bravamente contra um câncer durante 7 anos, sempre exaltando a alegria de viver e a intensidade de cada dia. Faleceu no dia 1º de Março de 2020, deixando uma enorme lição e legado para os queridos amigos.