CEI do Transporte que investiga descaso com idosos ouve mais três pessoas

por luciano — publicado 30/03/2012 11h25, última modificação 20/06/2016 10h44
A Comissão Especial de Inquérito investiga se ocorreram situações de descaso com idosos e Portadores de Necessidades Especiais (PNE) por parte da empresa de transporte público

A Comissão Especial de Inquérito (CEI), que investiga se ocorreram situações de descaso com idosos e Portadores de Necessidades Especiais (PNE) por parte da empresa de transporte público, Viva Pinda, ouviu mais três pessoas na quinta-feira, 22 de março, na Câmara Municipal.

Formada pelos vereadores, Ricardo Piorino (PDT), Abdala Salomão (PSDB) e Dr. Isael Domingues (PV), a CEI do Transporte foi constituída após denúncias de maus tratos com moradores da cidade.

Na última quinta-feira, foram ouvidos o Presidente do Conselho Municipal dos Idosos, Adilson Lima da Silva, a munícipe Noemia dos Santos Oliveira e o representante do menor Nietzsche S. Rodolfo, Joel da Mota Souza. Segundo o Presidente Adilson da Silva, o Conselho Municipal dos Idosos recebe frequentemente reclamações quanto ao tratamento da empresa Viva Pinda com pessoas maiores que 65 anos e portadores de necessidades especiais que, por lei, são isentas de tarifa. Noemi Oliveira e o representante Joel Souza afirmaram que receberam tratamento diferenciados da empresa e várias vezes se sentiram mau tratados. “Não podemos permitir que uma situação assim ocorra em Pindamonhangaba. Se comprovadas as denúncias, iremos trabalhar para que o problema seja resolvido e que os responsáveis sejam punidos”, afirmou o Presidente da CEI, vereador Ricardo Piorino.

A CEI do Transporte tem 40 dias para concluir as investigações, podendo ter esse prazo prorrogado. Até o momento 8 pessoas foram ouvidas, e a expectativa é que outras ainda prestem esclarecimentos.