Com apresentação de emenda, Fundo Municipal de Turismo - FUMTUR tem votação adiada na Câmara de Pindamonhangaba

por Robson Luis Monteiro publicado 02/09/2020 14h22, última modificação 02/09/2020 14h22
Outros dois Projetos de Lei com novas denominações de vias públicas foram aprovados pelos vereadores do município
Com apresentação de emenda, Fundo Municipal de Turismo - FUMTUR tem votação adiada na Câmara de Pindamonhangaba

Dois Projetos de Lei foram aprovados e o Projeto do FUMTUR - Fundo Municipal de Turismo recebeu emenda e teve votação adiada pelos vereadores de Pindamonhangaba

Os vereadores de Pindamonhangaba promoveram nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, no período da tarde a 30ª Sessão Ordinária de 2020 realizada. A reunião foi realizada no plenário do Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin”. Por unanimidade, os parlamentares da cidade aprovaram os requerimentos, indicações e dois Projetos de Lei que denominam logradouros públicos e que estavam relacionados na Ordem do Dia da reunião plenária. O outro Projeto de Lei que “Dispõe sobre a criação do Fundo Municipal de Turismo de Pindamonhangaba – FUMTUR” recebeu uma emenda e teve sua votação adiada por força do Regimento Interno da Casa.

Rua no Parque Shangrilá

Na sequência da sessão ordinária, o plenário aprovou por unanimidade o Projeto de Lei n° 87/2020, da vereadora Gislene Cardoso – Gi, que “Denomina Rua Treze do Bairro Parque Shangrilá, de JOSÉ LUIZ PEREIRA BOMFIM (Zé Topógrafo)”.

Biografia

José Luiz Pereira Bomfim, conhecido como Zé Topógrafo, nasceu na cidade de São Luiz do Paraitinga e era filho de Joaquim Pereira Bomfim e de Benedita de Assis Ramalho. Com aproximadamente 20 anos de idade veio morar em Pindamonhangaba e construiu uma família com 3 filhos. Entrou na prefeitura de Pindamonhangaba para exercer a função de topógrafo e permaneceu ali até se aposentar, ajudando as pessoas que necessitava do seu serviço de topografia. Ficou conhecido por todos em Pindamonhangaba, nos bairros e área rural, pelo seu jeito simples e carismático.

Ele também gostava de politica. Chegou a se candidatar para vereador, sendo bem votado, pois achava que sendo eleito poderia ajudar mais pessoas. Não foi eleito mas continuou sua luta ajudando as pessoas em todo lugares da cidade.

Faleceu em 09 de dezembro de 2018 em Pindamonhangaba.

Loteamento Santa Clara/Crispim

Fechando a votação da tarde, os vereadores aprovaram o Projeto de Lei n° 107/2020, do vereador Renato Nogueira Guimarães – Renato Cebola, que “Denomina de Rua PEDRO SAQUETTI a Rua 16 do Loteamento Santa Clara, localizado no bairro do Crispim”.

Biografia

Pedro Saquetti nasceu no dia 13 de janeiro de 1936 na colônia do Píagui em Guaratinguetá. Filho de Elias Saquetti e Josephina Zangrandi, Pedro teve 11 irmãos. Aos sete anos de idade veio morar na Fazenda Sapucaia, em Pindamonhangaba. Já aos 17 anos de idade, a família mudou-se para uma chácara no bairro Santana. Aos 21 anos se casou com Ziza Polônia Saquetti e dessa união nasceram oito filhos: Lucélia, Luiz Antônio, Leila, Lélio, Sueli, Luciana, Clemilda e José Messias. Pedro teve também 12 netos e 2 bisnetos.

Pedro Saquetti começou a trabalhar na Aísa Alumínios do Brasil. Em seguida trabalhou na Willys-Overland do Brasil. Depois trabalhou por 2 anos na Construtora Wysling Gomes Ltda; na J P Urner SA Engenharia e na A. Araujo S.A. Engenharia e Montagens. Em 1972, formou-se mecânico de manutenção pelo Senai e passou a trabalhar na Alcan Alumínio do Brasil, onde se aposentou em 1991. Pedro sempre foi uma pessoa muito ativa. Há dois anos, em 2018, foi diagnosticado com leucemia crônica, mas esteve sempre de pé e pronto para lutar e enfrentar mais um desafio, sem nunca reclamar de nada. Ele faleceu no dia 5 de novembro de 2019.

31ª sessão ordinária

Os vereadores de Pindamonhangaba retornam ao Plenário “Dr. Francisco Romano de Oliveira” na próxima quarta-feira, dia 09 de setembro, a partir das 14 horas para a realização da 31ª sessão ordinária. A reunião plenária é pública, entretanto, em função do Ato nº 009/2020, será feita sem a presença de público no plenário. E para que haja transparência dos atos legislativos, a sessão ordinária terá a transmissão “ao vivo” pelo canal 4 da Operadora NET e, também, pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br.