Projeto de concessão de cesta básica aos servidores municipais têm votação adiada após pedidos de vereadores de Pindamonhangaba

por Robson Luis Monteiro publicado 07/02/2020 08h11, última modificação 07/02/2020 08h11
Com aval do Plenário da Casa, avenida do Portal dos Eucaliptos, em Moreira César, também receberá nova denominação
Projeto de concessão de cesta básica aos servidores municipais têm votação adiada após pedidos de vereadores de Pindamonhangaba

Com o aval do plenário da Câmara, avenida do Portal dos Eucaliptos recebeu nova denominação

Na 2ª sessão ordinária deste ano, realizada na segunda-feira, dia 03 de fevereiro, a Câmara de Pindamonhangaba aprovou mais 1 Projeto de Lei dando novo nome a uma avenida localizada no Residencial e Comercial Portal dos Eucaliptos, no Distrito de Moreira César e, por unanimidade, decidiu adiar a votação de um Projeto de Lei que trata da questão da concessão de cesta básica aos funcionários municipais da cidade.

O Projeto de Lei n° 06/2020, do Poder Executivo, que “Altera a Lei n° 5.861, de 08 de dezembro de 2015, que dispõe sobre a concessão de cesta básica aos servidores municipais” estava relacionado na pauta de votação da Ordem do Dia. Porém, como haviam algumas dúvidas em relação ao teor do documento, o vereador Carlos Moura – Magrão (PR) solicitou o adiamento da análise, discussão e votação para que o Poder Executivo possa promover readequações no Projeto. Após as alterações solicitadas, quando o Projeto retornar à Casa, será apreciado e votado normalmente.

Avenida 32 do Portal dos Eucaliptos

Na sequência, os vereadores aprovaram – por unanimidade – o Projeto de Lei n° 203/2019, também do vereador Carlos Moura – Magrão, que “Denomina de WALDOMIRO CUNDARI a Avenida 32 do Residencial e Comercial Portal dos Eucaliptos, no Distrito de Moreira César”.

Waldomiro Cundari

Waldomiro nasceu em 18 de outubro de 1907 em Pindamonhangaba, era filho de Pedro Cundari e Maria das Dores Chagas. Waldomiro foi membro fundador da Igreja Batista no Vale do Paraíba e era aposentado da Estrada de Ferro Campos do Jordão. Em Pindamonhangaba residiu a maior parte de sua vida na rua Sagrados Corações, no bairro Alvarenga.

Na década de 1930, sofreu um grave acidente de trabalho, que o fez perder a visão de um dos olhos, acarretando sua aposentadoria. Durante a segunda grande Guerra Mundial foi designado pelo Governo do Brasil para trabalhar em missão na Fábrica do Broca, em Guaratinguetá. Quando adulto e já casado com a senhora Maria Leontina Cundari, foi evangelizado pelo irmão Ferreira e chegou à cidade de Pindamonhangaba para acabar sua recuperação de uma tuberculose, após tratamento em Campos do Jordão. Teve 6 (seis) filhos: Nadir, Jessé, Jéter, Jair (in memoriam), Eunice e Damaris.

Em 2004, durante um Ato Solene dos 90 anos da Estrada de Ferro Campos do Jordão, Waldomiro foi homenageado com funcionário aposentado mais antigo da Instituição. No dia 08 de setembro de 2006, veio a falecer aos 98 anos de idade na cidade de Pindamonhangaba.