Câmara realiza solenidade para comemorar o Dia da Consciência Negra

por estagiocomunicacao — publicado 21/11/2013 13h55, última modificação 21/06/2016 09h22
Evento aconteceu no Plenário da Casa de Leis e contou com 7 homenageados
Câmara realiza solenidade para comemorar o Dia da Consciência Negra

Vereadores e homenageados durante a Sessão Solene do dia da Consciência Negra

A Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba recebeu na última quarta-feira, 20 de novembro, parte da comunidade negra do município para participar da Sessão Solene em comemoração ao Dia da Consciência Negra.

A solenidade foi presidida pelo vereador Janio Lerario (PSDB) e recebeu também os vereadores José Carlos Gomes – Cal (PTB), Professor Eric (PR), Professor Osvaldo (PMDB) e Roderley Miotto (PSDB) que homenagearam, junto a Presidência da Casa, na pessoa do vereador Ricardo Piorino (PDT), e ao Conselho Municipal da Comunidade Negra, sete pessoas: Ângela Maria Gonçalo, Roberto Barboza - “Mandela”, Zilda Nogueira, Luiz Cláudio Rosa, Benedito Sérgio Irineu e Arlete França de Brito.

Compuseram a mesa diretora as autoridades: Professor Enéas Santos, neste ato representando o Secretário de Igualdade Racial do Estado de São Paulo, José Neto de Paula; Maria Conceição Bispo, Diretora de Assistência Social, neste ato representando o Prefeito Municipal, Vito Ardito Lerario; Edna Tereza Amorim, Presidente do Conselho Municipal de Participação Desenvolvimento da Comunidade Negra, e a oradora oficial da Sessão, Rogéria de Fátima do Nascimento Braga. José Ferreira, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Lauro Cornélio da Rocha, Assessor para discussão de Relações Raciais na Educação a nível de Brasil também estiveram presentes no evento.

Durante a leitura de todas as biografias, homenagens e discursos, posteriores a entrega dos diplomas de honra ao mérito concedidos por esta Casa de Leis, ficou nítido, em todos os homenageados, uma história contundente de garra e luta por seus direitos. Cidadãos estes que através de suas atividades diárias se mobilizam pelos direitos de igualdade e a extinção de preconceitos. Além disso, houve a participação especial com teatro e dança dos alunos da Escola Municipal “Professora Maria Zara Miné Renoldi dos Santos” e integrantes do projeto “Reconstruindo Minha África Brasileira”, coordenados pela Professora Arlete, homenageada da noite.

Ao término, o presidente da sessão convidou ao Mestre Mandela – Roberto Barboza, para que junto ao seu grupo de capoeira que estava presente, fizesse uma demonstração da arte, que agradou a todos e encerrou a solenidade.

 

 Raça negra é parabenizada e reconhecida na Casa de Leis

 

Assessoria de Comunicação
21 de Novembro de 2013 - 14h52