Vereadores decidem adiar votação do Projeto que cria o Conselho Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana

por Robson Luis Monteiro publicado 05/05/2020 08h15, última modificação 05/05/2020 09h42
Parlamentares também votaram pelo adiamento do Projeto de Lei que institui o Sistema Municipal Parcial de Ensino de Pindamonhangaba
Vereadores decidem adiar votação do Projeto que cria o Conselho Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana

Por decisão unânime do plenário, Projeto de Lei que cria o Conselho Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana foi adiado

Reunidos mais uma vez no Plenário “Dr. Francisco Romano de Oliveira”, os vereadores de Pindamonhangaba promoveram nesta segunda-feira, dia 04 de maio, a 15ª Sessão Ordinária e na oportunidade, analisaram e votaram dois Projetos relacionados na Ordem do Dia da Sessão. Os dois projetos foram adiados por votação unânime.

Educação

A Ordem do Dia da reunião foi iniciada com a discussão e votação do Projeto de Lei n° 28/2019, do Poder Executivo, que “Dispõe sobre a criação do Sistema Municipal Parcial de Ensino de Pindamonhangaba”. Por votação unânime, o projeto acabou sendo adiado até que os parlamentares possam realizar uma reunião com a atual Secretária de Educação de Pindamonhangaba para “discutir temas e itens do projeto em tela”.

Trânsito e Mobilidade Urbana

Na sequência, o plenário deliberou – por unanimidade – adiar a votação do Projeto de Lei n° 29/2019, do Poder Executivo, que “Cria o Conselho Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana do Município de Pindamonhangaba – CMTM”. O pedido foi feito pelo vereador Rafael Goffi Moreira (PSDB) para que sejam feitos ajustes na composição do futuro Conselho e no processo de eleição dos membros do CMTM”.

16ª sessão ordinária

Os vereadores de Pindamonhangaba voltam ao Plenário “Dr. Francisco Romano de Oliveira” na próxima segunda-feira, dia 11 de maio, a partir das 14 horas, para a realização da 16ª sessão ordinária de 2020. A reunião é pública, mas em função do Ato nº 009/2020, será feita sem a presença de público no plenário. Entretanto, para que haja transparência dos atos legislativos, a sessão terá a transmissão “ao vivo” pelo canal 4 da Operadora NET e, também, pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br.